sexta-feira, 13 de maio de 2016

Presa em JP mãe de médico suspeita de cometer fraudes de mais de R$ 3 milhões


Central de Polícia em João Pessoa

Através da Delegacia de Defraudações e Falsificações de João Pessoa, a Polícia Civil da Paraíba prendeu nesta sexta-feira (13), na Capital, uma mulher suspeita pelo crime de estelionato, por fraudes relacionadas à emissão de documentos falsos, abertura de contas bancárias e negociações diversas (locação de imóveis e negociação de veículos), praticadas em pelo menos quatro estados (Rio Grande do Norte, Paraíba, Goiás e Distrito Federal), já tendo sido condenada pela Justiça Criminal da comarca de Natal/RN, desde o ano de 2012, estando foragida há mais de dois anos. A detida é mãe de um médico oftalmologista que foi preso no último dia 5 de maio, em João Pessoa, suspeito de estelionato. Os dois são suspeitos de agir em parceria com desvios superiores a R$ 3 milhões.

Conforme explicou o delegado Lucas Sá, a DDF passou a investigar os suspeitos há aproximadamente três meses, após denúncia do setor de identificação de João Pessoa – IPC – que resultou na prisão em flagrante do médico.

Na ocasião da prisão dele não foi verificado nenhum elemento que possibilitasse a prisão em flagrante da mãe, também suspeita. No entanto, as investigações da Polícia Civil comprovaram a atuação reincidente dos dois suspeitos e a existência de sentença condenatória, com mandado de prisão em aberto, além de localizar a foragida da Justiça, dando cumprimento ao mandado de prisão preventiva na tarde desta sexta-feira. A suspeita será conduzida ao Presídio Feminino de João Pessoa, onde aguardará determinações da Justiça.

Portal Correio
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...