quinta-feira, 16 de junho de 2016

Bombeiros resgatam duas pessoas de escombros de igreja em Diadema

Após mais de 12 horas de trabalho, os bombeiros resgataram por volta das 3h30 desta quinta-feira (16) duas pessoas com vida dos escombros de uma igreja evangélica que desabou em Diadema (Grande São Paulo). Uma terceira pessoa continua desaparecida.

Um dos feridos tem 23 anos e foi levado pelo helicóptero Águia ao pronto-socorro do Hospital das Clínicas. Outro homem resgatado de 44 anos foi levado ao pronto-socorro do Hospital Estadual Mário Covas, em Santo André.

O acidente ocorreu por volta das 15h durante uma cerimônia em uma igreja Assembleia de Deus na rua Jacarandás, no bairro Eldorado. O prédio estava passando por obras de reforma sem a autorização da prefeitura.

Outras três pessoas foram resgatadas com ferimentos leves. Entre elas, duas crianças - um menino de cinco anos e uma menina de um ano e dez meses. Elas foram levadas ao Pronto Socorro Central de Diadema.

Uma mulher que passava pelo local na hora do desabamento também machucou a cabeça, foi atendida no hospital e liberada em seguida.

Por volta das 6h, ao menos 19 equipes do Corpo de Bombeiros continuavam buscando uma possível vítima no local do desabamento. Testemunhas e familiares relataram aos bombeiros que uma mulher estaria no culto no momento do acidente.

ALVARÁ

A igreja disse que havia começado a construção de uma garagem nos fundos do imóvel, mas a obra não tinha alvará, segundo a Prefeitura de Diadema. A administração municipal afirma que, após receber denúncias de remoção de terra, foi até o local e determinou que a obra fosse paralisada até a apresentação do alvará da construção.

O pastor Kaíque Nicolau de Lima, assessor jurídico da Assembleia de Deus de Diadema, disse que a igreja havia paralisado a construção da garagem. Ele estava no templo no momento do acidente.

Segundo ele, a igreja recebeu na segunda-feira (14) uma notificação da Secretaria da Habitação da cidade determinando a paralisação da obra até que a documentação da reforma fosse apresentada, mas disse que os trabalhos já haviam sido suspensos. "A construção estava parada havia duas semanas, antes do aviso."

Lima também confirma que a obra não tinha toda a documentação necessária. Segundo ele, o imóvel onde funciona a igreja é antigo. "O templo tem 60 anos e tinha capacidade para 300 pessoas. Na tarde de quarta acontecia um culto de libertação com aproximadamente 15 pessoas que estavam no templo", afirmou.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...